Abr 10, 2021

ADPF recebe novos delegados da Polícia Federal na sede nacional, em Brasília

1
0
0
s2smodern

Ana Carolina Domingues, curitibana, ex-aluna da Academia Nacional de Polícia (ANP), é uma das novas delegadas de Polícia Federal. Da segunda turma de 180 candidatos do último concurso da PF, ela agora está de malas prontas para começar seu novo ofício no estado do Acre, quando tomar posse.

Antes de partir, depois de dois meses em regime de internato no Curso de Formação, ela e outros 160 colegas de turma foram recebidos em um almoço de boas-vindas, na sede da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), em Brasília (DF), nesta quinta-feira (17).

Recepcionados pelo presidente da associação, Edvandir Felix Paiva, membros da diretoria executiva e diretores regionais da ADPF, além de dirigentes da Polícia Federal e da Academia Nacional de Polícia, estiveram presentes no evento. Entre eles, os delegados federais Anna Flávia Alves, tesoureira-geral; Tania Prado, diretora regional da ADPF-SP; Rony José Silva, diretor regional da ADPF-BA; Umberto Ramos Rodrigues, diretor da ANP; João Vianey Xavier, corregedor-geral da PF e Antônio Moriel, chefe da execução de cursos da ANP, além de sua equipe.

Além das regras de segurança sanitária, a entidade preparou uma logística para acomodar os pertences dos recém-formados que vieram direto da ANP. Os novos delegados celebraram com a ADPF a concretização da luta da entidade em prol da chamada da segunda turma.

“Eu já tinha ouvido falar da ADPF antes curso porque fiquei sabendo o quanto ela foi importante para chegarmos a esse momento”, disse Ana Carolina. Segundo ela, a gratidão da turma à ADPF se reflete na forma carinhosa como os novos delegados se referem ao presidente da entidade: “Papaiva”.

O futuro delegado federal, Roberto Costa, integrante da comissão de aprovados que se organizou para lutar pela convocação, disse aos presentes que a luta se dividiu entre “antes da ADPF e depois da ADPF.”


Presidente da ADPF, Edvandir Paiva, com o futuro delegado federal Roberto Costa, integrante da comissão de aprovados. “A luta pela convocação se dividiu em antes da ADPF e depois da ADPF”, afirmou Costa
Afirmou que na primeira vez que falou com Paiva, ele deixou claro que não brigava por causas individuais, mas pela PF e pelo bem estar dos delegados e que, se fosse convencido de que a chamada da segunda turma seria a forma mais eficiente e rápida de compor os quadros da PF, poderiam contar com a Associação. “A ADPF foi fundamental nessa vitória”, reiterou Costa.

Ao convidar os novos colegas a se associarem, Edvandir Paiva reiterou que a ADPF será mais forte quando todos os delegados estiverem associados a ela. “Só somos fortes e uma das entidades de classe mais respeitadas do País, porque estamos unidos em torno de um ideal que é o fortalecimento da PF e, por conseguinte, o fortalecimento do nosso cargo”, disse Paiva.

Também chamada de “Mamãe Tania” pelos recém-formados, a delegada Tania Prado fez questao de vir de São Paulo para receber os novos delegados da Polícia Federal.


“Eu não podia deixar de vir. Essa luta começou quando pesquisei sobre o déficit de pessoal em vários estados. Mas, não só a ADPF, todos vocês também trabalharam por esse momento, então todos estão de parabéns”, disse a delegada federal.

Quem também deu as boas-vindas aos novos colegas foi o diretor regional da ADPF-BA, Rony José Silva. “Podem ter certeza que, em qualquer lugar do Brasil que vocês chegarem, vocês vão ter um braço da ADPF para ajudá-los”, falou o delegado.

Ele também reafirmou que todas as decisões que os delegados vierem a tomar terão o respaldo da entidade. “O respeito que essa carreira tem é feito por cada um de vocês. Sejam bem-vindos”, avisou.


O delegado federal Antônio Carlos Moriel também falou da importância da ADPF. Ele lembrou que recebeu todo suporte da associação em momentos difíceis de sua carreira. Atualmente, ele é chefe do serviço de execução de curso da ANP. “A gente só sabe o quanto essas representações de classe são importantes quando a gente precisa. E a ADPF está preocupada e está pronta para nos ajudar”, afirmou.


Paiva ressaltou a organização do evento e a expectativa pela chegada dos novos delegados na PF. “Estávamos apreensivos por conta pandemia e das restrições sanitárias. Mas decidimos fazer o esforço e não perder a oportunidade de tê-los todos aqui na sede da ADPF. Testamos todos os funcionários, organizamos o ambiente de forma que as regras mínimas sanitárias pudessem ser observadas. Trouxemos os alunos diretamente da ANP, onde estavam confinados. Assim, conseguimos reuni-los com segurança na Sede da entidade e celebramos a vitória conjunta. Foi um grande momento para eles e para nós. Desejo que tenham um excelente início de carreira e cheguem à PF com garra para honrar a instituição que está na expectativa deste reforço e somem conosco na ADPF, ajudando a torná-la cada vez mais forte!”


Todos os funcionários da associação fizeram teste de Covid-19 na própria entidade para garantir a segurança sanitária na recepção aos novos delegados


ADPF – Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal


DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

 

1
0
0
s2smodern

Destaques