Jun 17, 2021

Rio: governo anuncia vacinação de profissionais da segurança e educação

1
0
0
s2smodern

 
O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC) - imagem, anunciou hoje que profissionais da segurança e da educação serão incluídos entre as prioridades de vacinação contra covid-19 no estado. Os profissionais de saúde que ainda não foram imunizados também irão ganhar preferência no cronograma.


Castro confirmou que o estado terá um calendário único de vacinação por faixas etárias em todos os municípios. De acordo com ele, a medida tem como objetivo impedir aglomerações em postos de saúde e pessoas procurando vacinas fora dos seus municípios. Até agora, cada município tinha liberdade para estabelecer o seu próprio calendário.


De acordo com Castro, policiais militares, civis, federais, rodoviários federais, bombeiros e oficiais de Justiça serão imunizados em postos montados dentro de batalhões da PM espalhados pelo estado a partir do dia 12 de abril. As datas para profissionais de educação e de saúde ainda serão confirmadas.


"Não queremos gerar corrida, nem aglomerações nos postos. Não queremos que ninguém precise procurar imunizante na cidade vizinha. Mas, nosso foco agora é vacinar os 324 mil profissionais da saúde que ainda não foram imunizados, os profissionais de segurança e os profissionais de educação de todo o estado" afirmou.


De acordo com o governador, a criação de um calendário único de imunização foi uma demanda dos próprios prefeitos que relataram falta de vacinas, diante da procura de moradores de cidades vizinhas - a capital fluminense chegou a enfrentar escassez de doses por esse motivo.


"É importante deixar claro que a vacina não é do governador, não é do prefeito de nenhuma cidade, não é de ninguém específico. A vacina é da população e a ela deve estar disponível", disse.

"Vacinando profissionais da saúde, teremos mais pessoas disponíveis para o atendimento à população. Vacinando profissionais da segurança, que não pararam de trabalhar, estamos evitando que eles se tornem vetores da doença. Já em relação aos profissionais de educação, deixo claro que compactuo com a ideia de que escolas não devem fechar, mas precisamos ter segurança no ensino. Portanto, esses são os motivos que fazem dessas categorias prioritárias", completou.

"Proteger aqueles que nos protegem"

Mais cedo, Castro já havia adiantado hoje policiais e demais profissionais das forças de segurança seriam incluídos entre as prioridades da vacinação contra a covid-19. Segundo o governador em exercício, todas os agentes das forças estaduais e federais que atuam no RJ serão incluídos.

"Vamos proteger aqueles que nos protegem. As forças de segurança do Estado do Rio de Janeiro terão prioridade no calendário de vacinação contra a covid-19. São profissionais com alta exposição em suas atividades diárias e que colocam suas vidas a serviço da população", disse.

Todas os agentes das forças estaduais e federais que atuam no RJ serão incluídos. Imunizá-los é reduzir a vulnerabilidade de quem, pela natureza do trabalho, precisa estar nas ruas e delegacias atendendo ao povo.

UOL


DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

 

 

1
0
0
s2smodern

Destaques